Entrando em ação

Muitas pessoas tem aprendido que após terem recebido Jesus, suas vidas já estão nas mãos de Deus, então, todas as coisas passarão a funcionar e tudo o que acontecer em suas vidas será um resultado da vontade de Deus. Caso alguma coisa boa ou ruim acontecer, Deus é quem a está realizando, com algum propósito. Por isso, pensam elas, Ele é o responsável pelo que as aconteceu. Assim, ficam passivas em meio a problemas, doenças e circunstâncias que vêm sobre elas, esperando em algum momento, que Deus mude tudo para que seu sofrimento acabe.

Elas dizem: "se uma porta me abriu, é porque Deus a abriu. Se uma porta se fechou, é porque Deus a fechou." Então, Deus torna-se o responsável por toda benção ou desgraça que acontece com ela.

Antes de eu começar a falar sobre esse assunto, gostaria de ler com você uma palavra do Apóstolo Paulo, em Efésios 4.22- 32 (Versão NVI); que diz:

"Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos,  a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade. Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo. "Quando vocês ficarem irados, não pequem". Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo.  O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.  Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.  Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo."  

Veja que todo trabalho de abandonar a velha maneira de viver é nosso. Portanto, se eu não despojar-me do velho homem, serei corrompido por desejos enganosos e, trarei sobre mim resultados que não desejo e, que também não é Deus quem os está mandando para mim.

Abandonar a mentira, falar a verdade, não dar lugar ao diabo, não falar palavras torpes, não entristecer o Espírito Santo, livrar-se de toda amargura, ira, gritaria, calúnia e, de toda maldade, perdoando as pessoas como Deus nos perdoou, esta é a maneira de nos mantermos na segurança de Deus e nas bençãos que Ele nos deu em Jesus.

Quem se reveste do novo homem, criado por Deus, somos nós. Essa é uma tarefa que nós mesmos temos de fazer, aplicando a Palavra de Deus em nossa nova vida. Se eu não fizer isso, estarei mantendo comportamentos errados que me trarão problemas. Em Gálatas 6.7 diz que todo homem que plantar, ceifará. Veja que não é Deus quem planta, somos nós. Portanto, como resultado, temos a colheita do que nós mesmos plantamos. Como nova criatura, precisamos nos revestir de quem somos para sabermos como lidar com as circunstâncias que aparecerão em nosso caminho. Precisamos nos revestir do poder que Ele nos deu para enfrentarmos doenças, ou quaisquer outras situações quem venham sobre nós.

Muitas vezes, nós mesmos chamamos doenças sobre nós ou, outros problemas, simplesmente porque desconhecemos nossa responsabilidade e poder que nos foi dado por Deus.

Está diante de nós: benção e maldição. A escolha é nossa. 

Programa Conhecendo a Verdade

Exibido dia 26/11/2010 Veja mais vídeos

Mensagens em Áudio

Confira todas as mensagens em áudio