Servindo Nossa Geração

Deus disponibilizou uma vida maravilhosa para aqueles que estão em Cristo: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2 Coríntios 5:17)

Deus se esqueceu de nosso passado de pecado e nos fez novas criaturas, nos tornamos filhos de Deus. O desejo de Deus é que nunca tivéssemos estado longe Dele, mas, por causa do pecado, estávamos destituídos da Glória de Deus. Deus decidiu enviar Seu Filho Jesus para morrer e ressuscitar pela humanidade para, novamente, o homem estar em uma posição de justiça.

Quando chegamos a crer para a justiça em nosso coração e confessamos a Cristo como nosso Salvador, segundo Romanos 10: 9-10, somos salvos. Neste momento, nos tornamos filhos de Deus.

Como filhos de Deus, Ele é nosso Pai e, preparou-nos obras, planos ou propósitos para que desenvolvêssemos aqui neste tempo. Efésios 2:10 nos diz: “Porque somos feitura Sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.”

Vemos, então, que somos filhos de Deus, preparados por Ele para realizarmos boas obras. Deus nos revela estas obras através de Sua Palavra e do maravilhoso Espírito Santo.

Uma das obras que Deus nos mostra em Sua Palavra e que devemos desenvolver é: andar no caminho do amor: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento e Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.” (Mateus 22:37,39)

Outra obra que devemos desenvolver é: servir nossa geração através do ministério da reconciliação. Jesus é o exemplo que sendo Filho de Deus veio a servir à humanidade. Jesus ensinou a seus discípulos em Mateus 20:26: “qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva”. Nós, que somos filhos de Deus, temos uma posição de honra dada pelo Pai, que nos dá o direito de estar diante de Deus sem medo, sem culpa, sem condenação, livres de pecado mas, também, nos coloca na posição de filhos, com corações de servos, a fim de trabalharmos pela causa de Jesus.

Em 2 Coríntios 2:15-16 vemos que para Deus, nós – Seus filhos, somos o aroma de Cristo. Somos o cheiro de vida para as pessoas no mundo. Deus confiou a nós a mensagem de salvação para os perdidos: "Ora, tudo provém de Deus que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos confiou o ministério da reconciliação." (2 Coríntios 5:18)

Nunca devemos nos esquecer de que, um dia, estivemos longe do amor do Deus, em trevas, em pecado e em morte eterna. No entanto, pelo Seu amor e maravilhosa graça nos tornamos filhos de Deus e, hoje, estamos juntamente com Cristo - assentados em lugares celestiais, como filhos legítimos de Deus, que temos uma vida e vida e de abundância. Não podemos ficar calados, sem proclamar as boas novas de salvação, pois somos o aroma de Cristo para esta geração.

Como filhos de Deus, temos um tesouro dentro de nós que não pode ser escondido. Esse tesouro é Cristo e deve ser manifesto à humanidade através de nosso falar e de nosso agir. Devemos manifestar a vida em Cristo que temos agora. Esta novidade de vida nos faz andar em amor, alegria, justiça, paz, fé, saúde, prosperidade, liberdade e perseverança.

Como filhos de Deus, temos a capacidade de provocar em outros o desejo de se conhecer a Deus. O que nós temos de Deus, deve ser isso que nosso próximo deve desejar. Eu posso provocar em outros o desejo de seguirem a Jesus, assim como, um dia, Jesus me provocou o desejo de segui-lo. Somos pescadores de almas e embaixadores de Cristo.

O apóstolo Paulo, em Romanos 15:16, nos ensina que para ser ministro de Cristo ele devia proclamar o Evangelho de Deus para que os gentios chegassem a ser uma oferta aceitável a Deus. Esta passagem nos mostra como o apóstolo Paulo tinha um compromisso em proclamar as boas novas de salvação a outros.

Os discípulos Pedro e João, em Atos 20:4, disseram: “Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido”. Quando Jesus escolheu seus doze discípulos, não foi pela aparência ou pela experiência deles. Jesus os escolheu pelo que Jesus podia fazer neles e através deles e a vida dos discípulos não foi a mesma depois de terem comunhão com Jesus. Eles se comprometeram a segui-lo e a falar do que tinham visto e ouvido durante o tempo de convivência com Jesus e, depois, com o Espírito Santo.

Deus é um Deus de famílias e no coração de Dele está a formação da sociedade baseada em famílias consagradas a Ele. Josué diz: “Porém, eu e a minha casa serviremos ao Senhor" - Josué 24:15. Josué consagrou sua vida e família para servirem ao Senhor. Como filhos de Deus, temos esta obra que Deus nos preparou: termos famílias fortes alicerçadas na Palavra e no amor de Deus.

Deus chamou você e aceitou-o como filho amado para fazer obras em sua vida e, através de sua vida. Cristo é quem dá valor a nossa vida. Ele nos chamou para boas obras. É tempo de frutificar essas obras e viver o melhor de Deus, usufruindo de Seu amor e de Seu poder para difundir o Evangelho - que é poder para salvação de todos os que creem. Somos o aroma de Cristo! Portanto, serviremos nossa geração para glória de Deus!

...................................................

por Luisa Ortega

Professora do Rhema Brasil.

Programa Conhecendo a Verdade

Exibido dia 26/11/2010 Veja mais vídeos

Mensagens em Áudio

Confira todas as mensagens em áudio